O assunto que vem sendo debatido por integrantes do associativismo, sindicalistas e grande parte da sociedade civil é a Reforma da Previdência Social, pauta que tem chamado a atenção e preocupado muita gente.

E na manhã desta segunda-feira 27, o palco das discussões foi a sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Várzea Alegre. Com presença de integrantes de sindicatos, Fetraece e Central Única dos trabalhadores – CUT.

Na oportunidade aconteceu no auditório Chico Lino do sindicato uma audiência pública que culminou em serias cobranças dos que fizeram uso da palavra pedindo para que o povo fique de olho nos deputados que estão a favor da reforma.

Para a vereadora prof. Dedê do PCdoB esse é um assunto que apavora o trabalhador e a trabalhadora no Brasil, é um momento complexo de indecisões, dúvidas e acima de tudo medo.

O Sonho de todo cidadão quando inicia suas atividades como trabalhador é pensando um dia através da sua aposentadoria, até então um direito que lhe consiste em poder descansar de forma tranquila porque já contribuiu para tanto.

E o que se ver é que a tal reforma está chegando para quebrar esses direitos esmagar um sonho que com tantas dificuldades o trabalhador acumula durante suas jornadas de trabalho.

“E eu enquanto cidadã, enquanto professora, enquanto representante do povo, eu preciso mostrar minha cara e dizer ao povo que mesmo sabendo que está difícil esse resultado vir para o povo, é preciso que a gente vá as ruas é preciso que a gente converse nas ruas nas comunidades dentro do nosso trabalho, e acordar o povo”. Disse.

A vereadora segue afirmando que o povo tem poder para mudança e esse governo que aí está não nos concede os direitos que já conquistamos a muito tempo.

Para finalizar pegando a deixa da fala dos companheiros a vereadora lembra que a população deve buscar saber que deputado, senador ele deu a oportunidade de chegar a sua cadeira legislativa e hoje é contrário ao cidadão trabalhador.

A vereadora pede que o povo veja que tipo de contribuição esses deputados estão ofertando aos municípios a favor do bem do povo. Eles são a favor ou contra o povo?

Veja mais