Você já passou por aqueles dias que surge essa dúvida no coração?

Havia um homem isolado num deserto, perdido, sedento e faminto. Só tinha como companhia, num velho oásis, uma arvore seca e sem vida. Revoltado, num acesso de solidão e raiva, gritou “arvore tola e sem vida! Mostra-me onde está Deus! E a árvore floreceu…”

Todos nós já passamos por esse momento que surge essa dúvida no nosso coração. Onde está Deus? Onde está o Senhor? Porque Ele permitiu acontecer isso? O nosso erro não é sentir este sentimento de dúvida. Nosso erro, é pensar que tudo que acontece de ruim na nossa vida é exclusividade nossa. Que eu sinto a pior dor, que passo pelo pior problema, que tudo e todos estão contra mim. Todos nós temos o direito de sentir raiva, angústia, solidão, mas não temos o direito de julgar e afirmar que a culpa é de outra pessoa. Nós colhemos aquilo que plantamos e temos que ter a certeza no nosso coração que Deus, o nosso Senhor e mestre, cuidará e estará conosco no momento que mais precisarmos. Onde está Deus? Cabe a você se permitir encontrar essa resposta.