A via sacra da juventude teve como foco principal, além de reviver o caminho doloroso de Jesus, também conscientizar as pessoas em especial os jovens para dizer não a violência.

O parque cívico da lagoa de São Raimundo Nonato foi invadido por uma grande multidão de católicos que atentamente acompanharam a celebração da via sacra. Com direção geral do coordenador litúrgico da paroquia Elomarcos Candido e encenação do Encontro de Jovens com Cristo – EJC o momento foi de profundas reflexões.

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA

A cada estação das 14 encenadas, além dos personagens vividos pelos ejotistas as reflexões foram apresentadas por pessoas que nas temáticas esposaram os diversos tipos de violências como: racial, narcotráfico, trânsito, domestica, sexual e tráfico humano, contra os trabalhadores rurais, contra os idosos, religião e violência, polícia e violência, violência contra a criança, violência na internet todas foram reflexões atreladas dentro das estações.

Foi uma experiência posta em prática que no primeiro momento a impressão é que a população comungou como positiva a iniciativa e que poderá render bons frutos aos futuros. Uma vez que todas as reflexões foram de cunho de alerta para que sejam ceifados todos os males que assolam a sociedade através das mais variadas formas de violências.