Revoltados com políticos e suas atitudes de gestão parte da população vem adotando uma medida de revolta contra alguns políticos que passa a ser preocupante no entendimento de pretensos candidatos.

É notória a insatisfação naquelas pessoas que compõem o eleitorado e que tem opinião formada com relação ao desequilíbrio político que hora passa o País. Alguns opinam de forma moderada nas redes sociais ou locais de aglomeração, tentando despertar outros eleitores que não se empenham tanto em saber da realidade política.

Outra gama de eleitor, esses mais instruídos e portadores de menos temor, soltam o verbo quando dão de cara com alguns dos atuais políticos que segundo esses pensadores estão envergonhando o País. De maneira destemida nos salões de aeroportos e até mesmo em áreas reservadas, eles os indignados entram e esculacham sem pudor.

Nossa reportagem falou com o pré-candidato a deputado estadual Pablo Rolim que comunga em parte com as atitudes, acha que as reivindicações, cobranças devem existir, porém, teme que o modelo de cobranças possa passar para agressividade física, uma vez que a moral já existe.

Outro várzealegrense Franzé Souza que também é pré-candidato diz que o povo está certo, se eles estão sendo desapontados é porque fizeram por merecer. Mas, como estamos no ano em que as eleições para deputados, governadores, senadores e presidente irá acontecer, nada melhor que utilizar as urnas para fazer uma boa seleção dos políticos que devam dar continuidade aos rumos do Brasil.