Pelo menos duas categorias de servidores públicos municipais liderados pelo presidente Erialdo Abraão dão sinal de unidade na busca por seus direitos. Essas mesmas classes profissionais iniciaram as manifestações na gestão que antecedeu a gestão de Zé Helder.

Parte dos servidores da área de serviços gerais, merendeiras e vigias que atualmente ganham menos de um salário mínimo como base, veem brigando na justiça para conseguirem um salário coerente como manda a lei.

Outros estão manifestando interesse para a conquista do Plano de Cargos Carreiras e Reajuste – PCCR. Neste caso os beneficiados deverão ser servidores que ganhou mais que um salário mínimo.

Na tarde da sexta-feira 13, o presidente e líder sindical Erialdo Abraão esteve em conversa com o gestor municipal, ao termino da conversa o sindicalista demonstrou esperanças de boas conquistas num futuro próximo.

Já o prefeito disse que em ambas as situações vai buscar as melhores formas de atender aos servidores com as melhores das intensões numa tentativa de que ambas as partes saiam satisfeitas com os resultados. Logo no início de maio as mobilizações deverão acontecer em parte.