O meio ambiente em Várzea Alegre ganha forças dando a entender que gargalos que outrora surgiram e que hoje desencadeiam sérios problemas como: Barramentos, assoreamento, desmatamento ciliar, queimadas dentre outros imbuídos na pasta responsável terão com certeza maior atenção.

Mediante o crescimento de proteção e prevenção ao meio ambiente, eis que surge um conselho que irá acompanhar e gerir de maneira mais eficiente esse setor.

Para maior fortalecimento foi criado por meio da Lei 812/2013 e ativado pela Portaria 163, de 02 de abril de 2018 e tem como presidente o secretário de Meio Ambiente, José Marcílio dos Anjos Feitosa. Conta ainda o referido Conselho com representantes titulares e suplentes de órgãos governamentais e não governamentais, bem como, do Poder Judiciário.

O Conselho de Meio Ambiente tem finalidades deliberativas no que tange ao financeiro e tem ainda caráter consultivo.

De acordo com J. Marcílio, o município vem avançando nas conquistas ambientais e dentro delas as exigências de protocolos são cumpridas com êxito. Ele agradeceu a partição das secretarias municipais de Cultura e Turismo, Educação, Infraestrutura, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, da Associação ASSAPIVA, e do Poder Judiciário.

Assessoria de Comunicação