A Renovação Carismática Católica RCC vivenciou um momento bacana no final de semana quando realizou o encontro nacional de formação em sua sede na Canção Nova localizada em Cachoeira Paulista. O fervor carismático acendeu mais ainda quando o Papa Francisco resolveu fazer uma saudação especial para os carismáticos brasileiros.

O Eduardo Sá que foi coordenador por dois mandatos da RCC Várzea Alegre mais precisamente Grupo de Oração São Raimundo Nonato, logo compartilhou a matéria publicada pelo portal http://blogs.opovo.com.br

A Renovação Carismática Católica- RCC do Brasil recebeu uma saudação especial do Papa Francisco durante a realização do Encontro Nacional de Formação – ENF 2019, realizado no último final de semana em Cachoeira Paulista (SP), sede da Comunidade Canção Nova. A mensagem, por ocasião dos cinquenta anos desta corrente de graças no país, foi lida por Dom José Aparecido, Bispo Auxiliar de Brasília, que esteve presente durante todo o encontro.

Papa Francisco reza com carismáticos do mundo todo em Roma (2017).

“No Cinquentenário da presença desse movimento no Brasil, Sua Santidade, o Papa Francisco, de bom grado se associa aos louvores e ações de graças que suas irmãs e irmãos carismáticos reunidos nesses dias em Cachoeira Paulista elevam à Santíssima Trindade pelos primeiros cinquenta ano passados”, inicia o texto enviado pela Secretaria de Estado do Vaticano.

A mensagem prossegue em tom de gratidão “por tudo aquilo que lhes acontece e com todas as pessoas que cruzam seus caminhos, neles deixando sempre uma benção de Deus, às vezes luminosa como dia, outras suspirando pela luz como a noite”. “Na verdade, se todos provêm do mesmo Deus e Pai, o qual nos ama até o ponto de entregar o Seu próprio Filho por nós e nos oferecer tudo juntamente com Ele, sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que O amam”.

Papa Francisco ajoelha-se ao receber oração dos carismáticos reunidos em Roma (2017).

Tema do discernimento, caro ao Papa Francisco preenche o cerne da mensagem. “Fruto desse discernimento no Espírito, consolida-se  em nós uma santa indiferença, face a todas as coisas criadas, em tudo aquilo que seja permitido à  liberdade do nosso livre-arbítrio, e não lhes esteja proibido, de tal modo, que por nós mesmos não queremos mais saúde do que doença, mais riqueza do que pobreza, mais honra do que desonra,  mais uma vida longa do que curta, e assim,  em tudo o resto”.

É por isso, continua a mensagem: “não vos preocupeis com coisa alguma, mas em toda ocasião apresentai a Deus os vossos pedidos em orações e súplicas, acompanhadas de ação de graças. Sim, com toda sorte de preces e súplicas orai constantemente no Espírito. E à vossa instante oração, se confia o Santo Padre, testemunha da alegria que brota permanentemente do Evangelho e que ele deseja ver transbordar na sua vida diária, na vida diária de seus irmãos e irmãs da Renovação Carismática”.

Ao final, a saudação aponta para Virgem Maria. “Para tal, a todos chega para entrega aos cuidados da Virgem Mãe, cuja alma engrandece o Senhor e se alegra em Deus Seu salvador, e ao mesmo tempo o Santo Padres lhes agradece tudo que fazem na igreja, pela igreja e por Jesus”.