Um dos principais meios de animação em qualquer evento é a sonorização, porém, quando esta se apresentas de forma abusiva deixa de ser um fator importante e passa a ser uma espécie de descontentamento.

Dois dias antes do início do carnaval uma reunião entre donos de paredões, secretaria de meio ambiente, polícia militar e a base do governo municipal chegaram a um acordo e firmaram uma espécie de Termo de Ajuste de Conduta TAC,  para que os paredões realizassem a festa atendendo algumas regalias impostas pelo município para ter um carnaval saudável, e assim se deu o acordo.

Porém, hoje terça-feira de carnaval nossa reportagem foi de encontro ao secretário de meio ambiente J. Marcílio para nos certificarmos se realmente o TAC trouxe resultado. Vamos ouvir o secretário.