Sob a coordenação do Dr. Hélio Batista, a pasta da cultura em Várzea Alegre se organiza para mais uma edição da procissão do fogaréu, um evento de cunho cultura religiosa e que sua tradição vem sendo mantida neste município.

A procissão acontecerá a partir das 19h da sexta-feira 12, com concentração na capela de São Vicente de Paulo no centro de Várzea Alegre. E percorrerá as seguintes ruas. São Vicente, Dr. Leandro, Dep. Otacílio Correia, encerrando na Capela de São Francisco no bairro Betânia.

Várzea Alegre ainda preserva algumas equipes de penitentes que praticamente são vistos apenas no período de semana santa ou no fogaréu. Estas equipes hoje já almejam sucessores, na maioria dessas equipes os integrantes são de sexagenários o que bota em risco a permanência dessa cultura.

A não procura pelos jovens se dá na maiori8a das vezes pela falta de incentivo assim colocam os decuriões. Para que uma cultura mantenha suas raízes é preciso fazer com que a juventude se apaixone e sinta o desejo de dar sequência a uma história vivida por seus ancestrais.

Não que não aja incentivo, porém, o que é ofertado não atende aos anseios dos mestres em cultura para a partir de então, mostrar aos seus filhos e netos que vale a pena manter viva a história de um povo.