O governo federal segue com o seu7 maior desafio, tentar implantar a reforma da previdência. Porém, a forma como vem sendo colocada está causando uma antipatia fenomenal em parte dos Brasileiros. Há quem diga que a reforma é o melhor para o Brasil, mas, outros entende, que se não é bom para o povo como é bom para o País, se os governantes dizem querem o melhor para o povo?

O Diário do Nordeste em um trecho de sua publicação diz.

A proposta de reforma da Previdência enviada por Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso em fevereiro deste ano desagrada a maioria dos cearenses. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Opinus em março deste ano, sete em cada dez eleitores no Estado (72%) rejeitam as mudanças na aposentadoria.

Em Várzea Alegre nossa reportagem foi as ruas e de três entrevistados a rejeição foi de 100%, para o jovem Aleff Batista de 16 anos aluno do 3º ano da escola Zé Correia, mesmo não entendendo muito acerca do assunto, porém, já ouviu muitos bate papos que acabam deixando claro porque não é viável a reforma.

O professor Dagoberto Diniz também repudia a reforma, segundo ele este processo só vem a prejudicar a nossa gente em especial os menos favorecidos.

Também falamos com o empresário Luiz Fernando Costa Cavalcante acredita que por vivermos em um estado onde grande parte da polução vive da agricultura, por essa razão a tendência é ter uma rejeição maior, já que no caso apresentado quem mais sofre são os trabalhadores rurais.