Uma ação através de contrato do município com a Caixa Econômica e Ministério das Cidades deverá regularizar 192 imóveis no bairro Rosinha.

Segundo o advogado Cesar Gregório é uma oportunidade ímpar que os proprietários desses imóveis terão, aja visto que se tratado na esfera particular uma ação dessa natureza poderia custar na casa dos 6 mil reais, e sendo pelo sistema hora apontado o custo é zero.