Um líder religioso foi preso, por força de mandado de prisão, acusado de estuprar pelo menos seis mulheres que frequentavam o terreiro que ele mantinha na cidade de Ibiapina. A prisão de Francisco Alcivan Pereira Linhares ocorreu na tarde dessa sexta-feira, 26. De acordo com o escrivão Mauro Cesar Barroso, da Delegacia Regional de Tianguá, as vítimas relataram que o pai de santo as dopava para cometer os abusos.

As investigações começaram após uma das vítimas denunciar o caso na Delegacia de Ibiapina. Conforme o escrivão, o suspeito se aproveitava que as vítimas o buscavam para conselhos espirituais, ganhava a confiança delas e, ao fornecer leite ou alimentos a elas, as dava drogas que faziam com que elas dormissem. Uma das vítimas tem 13 anos.

Ouvido em depoimento, ele teria dito que os abusos seriam influência de uma “entidade espiritual”, conta o escrivão. Ainda segundo a fonte, o espaço religioso de Alcivan foi montado em meados do início do ano, na localidade de Alto Lindo. É investigado se o acusado também fez vítimas em Ipu, município vizinho a Ibiapina, de onde ele teria vindo. O inquérito aguarda exame da Perícia Forense.

A Polícia Civil agora busca possíveis novas vítimas do líder. As delegacias de Tianguá e Ibiapina recebem depoimentos de vítimas do pai de santo.

Mais informações sobre o caso devem ser divulgadas na segunda-feira, 29, em entrevista coletiva, pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Fonte: O Povo