FOTO: Luiz Fernandes
“Olha Brasília está florida… Grandes, miúdas, bem erguidas. Somos nós as Margaridas”. 
Com o lema “Margaridas na luta por um Brasil com Soberania Popular, Democracia, Justiça, Igualdade e Livre de Violência”, acontece nos dias 13 e 14 de agosto de 2019, em Brasília/DF, a maior ação organizada por mulheres do campo, da floresta e das águas da América Latina: a Marcha das Margaridas 2019.
  (Foto: César Ramos)
A ação estratégica é realizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), suas Federações e Sindicados filiados, com o apoio de várias organizações parceiras (veja abaixo as organizações).
   (Foto: César Ramos)
Apesar do Ato Oficial acontecer em agosto, a Marcha das Margaridas é “tecida” ao longo de 4 anos, entre uma edição e outra. Nesse caminhar as mulheres se reúnem nas suas comunidades rurais para refletir, debater e propor sobre seus desafios e anseios. Para facilitar esse debate, a CONTAG e as organizações parceiras construíram 6 cadernos de debates trazendo 10 eixos que dialogam com o dia à dia das Margaridas: Por Democracia com Igualdade e Fortalecimento da Participação Política das Mulheres; Pela Autodeterminação dos Povos, com Soberania Alimentar e Energética; Pela Proteção e Conservação da Sociobiodiversidade e acesso aos bens comuns; Por Autonomia Econômica, Trabalho e Renda; Por Terra, Água e Agroeocologia; Por uma Vida Livre de Todas as Formas de Violência, sem Racismo e sem Sexismo; Pela Autonomia e Liberdade das Mulheres sobre o seu corpo e sua Sexualidade; Por Saúde Pública e em Defesa do SUS; Por Previdência e Assistência Social Pública, Universal e Solidária; e por uma Educação não Sexista e Antirracista e pelo Direito à Educação do Campo. (Acesse os Cadernos AQUI)
 (Foto: Barack Fernandes)
A partir desses debates, as Margaridas apresentarão e anunciarão ao Brasil uma Plataforma Política pela qual lutam todos os dias, em defesa dos seus direitos, do meio ambiente, pela construção de uma sociedade livre de violência de gênero e racial, e por um país sem homofobia e sem intolerância religiosa.
 “Em agosto, estaremos em Brasília através de uma grande parceiria do Sistema CONTAG com várias organizações de mulheres comprometidas com a luta por soberania popular, justiça social e em defesa da vida das mulheres. Mesmo diante de um cenário de retrocesso das políticas públicas e de um governo conservador e autoritário que exclui, discrimina e penaliza as mulheres e toda a classe trabalhadora, com ousadia, força e garra realizaremos a Marcha das Margaridas 2019”, ressalta Mazé Morais, secretária de Mulheres da CONTAG e coordenadora Geral da Marcha das Margaridas 2019.
Todas(os) são Margaridas! São a luta de Margarida Maria Alves! 
Realizada desde o ano 2000, a Marcha recebe o nome da líder sindical e trabalhadora rural Margarida Maria Alves, assassinada no dia 12 de agosto de 1983, em Alagoa Grande/PB, porque lutava pelos direitos de trabalhadores(as) que eram explorados(as) por usineiros e latifundiários da região do Brejo Paraibano.
Venha você também participar da Marcha das Margaridas 2019!!! 
“Convidamos todo o povo brasileiro, toda a classe trabalhadora, todas as mulheres para estarem conosco nos dias 13 e 14 de agosto, em Brasília/DF, participando da Marcha das Margaridas em defesa dos direitos e dos interesses das mulheres do campo, da floresta e das águas. A participação de vocês é fundamental! Vamos lá! #RumoaMarchadasMargaridas2019”, convida o presidente da CONTAG, Aristides Santos.
(Foto: Isabela Lyrio)
Conheça as parceiras da Marcha das Margaridas 2019:
Central Única dos Trabalhadores – CUT
Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB
Confederação de Organizações de Produtores Familiares
Camponeses e Indígenas do Mercosul Ampliado – Coprofam
Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados e Assalariadas Rurais – CONTAR
União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária – Unicafes
Marcha Mundial das Mulheres – MMM
Articulação de Mulheres Brasileiras – AMB
União Brasileira de Mulheres – UBM
Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do Nordeste – MMTR-NE
Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu – MIQCB
Conselho Nacional das Populações Extrativistas – CNS
Movimento Articulado das Mulheres da Amazônia – MAMA
GT Mulheres da Articulação Nacional de Agroecologia
Comissão Nacional de Fortalecimento das Reservas Extrativistas Costeiros e Marinhos – Confrem Brasil
Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas – CONAQ
Movimento de Mulheres Camponesas – MMC
Saiba mais sobre a Marcha AQUI
 
#RumoaMarchadasMargaridas2019
FONTE: Comunicação CONTAG- Barack Fernandes