Localizada na divisa Centro Sul e Cariri do estado do Ceará a cidade mais feliz do Brasil Várzea Alegre, sob a administração do prefeito José Helder Máximo de Carvalho vivenciou três dias de intensas festas juninas. No dia 28 de junho as famílias varzealegrenses puderam participar da 36ª edição do tradicional Forró de São Pedro do Centro Social Urbano – CSU.

A mais de três décadas que acontece uma das maiores tradições do município, momento em que famílias se encontram para além e se divertirem também se confraternizarem, uma vez que as festa de fogueiras estão cada vez mais um espaço familiar. Foi uma festa tranquila com registro apenas de alegria para os participantes.

Nos dias 29 e 30 a festa continuou com o festejo Várzea Alegre junina e o já tradicional festival regional de quadrilhas juninas. Esse momento é outro grande encontro de familiares e amigos para apreciar as brilhantes apresentações das diversas quadrilhas, onde a quadro Carlito Cassundé se torna em um enorme espaço teatral.

É um momento impar a cada ano de apresentação, os marcadores trazem sempre apresentações únicas com temas que vislumbram e deixam os espectadores envaidecidos com tanto espetáculo de qualidade. É difícil para a mês julgadora apontar os vencedores, por que ambas as quadrilhas dão o melhor de si e isso é espetacular.

Várzea Alegre tem uma riqueza cultural muito expressiva quando falamos de quadrilhas juninas. A tradicional Arriba Saia é impressionante nos irreverentes temas trazidos nos últimos anos, a fogo na roça é outro patrimônio cultural que representa bem o município em suas apresentações, e por fim ainda se projeta com expectativa de chegar ao nível profissional a Arraia Magnificat do bairro Riachinho.

Este ano não deu para as quadrilhas locais o primeiro lugar este ano fiou om a força e a garra da quadrilha SOL NASCENTE da cidade de Iguatu com 209.50 pontos

O grupo apresentou o tema “Pra que serve esta vida”, inspirado na obra de João Cabral De Melo Neto, “Morte e vida Severina”.

Com seis anos de atuação essa foi a primeira vitória em Várzea Alegre, a quadrilha ainda levou para a cidade natal os prêmios de “Melhor Casamento”, “Melhor Rainha” e “Melhor Repertório”.

O segundo lugar saiu para a quadrilha Arraiá do Ribuliço da cidade de Altaneira, com 209,30 pontos e o terceiro lugar para a Nação Nordestina de Juazeiro do Norte, também com 209,30 pontos, que ainda foi destaque no quesito “Noivos”.

A quadrilha de Várzea Alegre Arriba Saia, que antes ocupava o cargo de atual campeã, foi destaque na categoria “Marcador”.

Com realização da prefeitura de Várzea Alegre, o festival contou com a participação de 12 quadrilhas da região e foi realizado nos dias 29 e 30, com a participação do público que lotou a quadra do CSU, onde a disputa aconteceu.

A premiação foi de R$6.000,00, distribuída da seguinte forma 1º Lugar: R$3.000,00; 2º Lugar: R$2.000,00; 3º Lugar: R$1.000,00. Os quesitos individuais ganharam medalhas.

Foto Ivan Silva varzeaalegreagora

Colaboração – varzeaalegreagora.com