ATUALIZADA – No início da noite do sábado 31 de agosto de 2019 um acidente de transito no bairro Grossos saída para Iguatu deixou uma pessoa morta.

As informações preliminares dão conta que houve um acidente com um motoqueiro e um homem identificado apenas como sendo Zé que trabalha na Cagece, foi olhar e acabou colhido por outro veículo, e teve morte imediata.

Essas informações são extraoficiais aguardamos repasses reais da polícia.

ATUALIZAÇÃO

O operador da CAGECE, José Claro da Silva Filho, 35 anos, residente da rua Vicente Primo, 157 – Betânia, em Várzea Alegre, acabou morrendo após ser colhido por uma motocicleta no final da tarde deste sábado, 31.

De acordo com a Polícia Militar a fatalidade ocorreu na CE 060, trecho que liga Várzea Alegre a Iguatu, por volta das 18h, e havia acontecido um outro acidente antes, onde o ajudante José Edgley da Silva de Araújo, 23 anos, teria sido atropelado por um veículo desconhecido.

No momento em que o jovem estava sendo socorrido pela equipe do SAMU, às margens da CE juntou uma aglomeração de pessoas, inclusive a vítima fatal, José Claro. Momento em que foi atropelado por uma Honda/ CG 150 Titan KS, cor preta, ano 2005, placa HWX 6773 – inscrição de Iguatu, que era guiada pelo servente Emanoel Felipe de Queiroz Sousa, 25 anos.

As vítimas José Edigley e Emanoel Felipe, foram socorridas para o Hospital São Raimundo Nonato, nesta cidade. Emanoel Felipe, foi transferido logo em seguida para o Hospital Santo Antônio, em Barbalha com suspeitas de traumatismo cranioencefálico.

Já José Edigley, que se reclamava de fortes dores no tórax, foi transferido para o Hospital Regional do Cariri na cidade de Juazeiro do Norte/CE.

O corpo de José Claro, foi transladado para o Instituto Médico Legal – IML da cidade de Iguatu, para a realização de uma necropsia. A moto envolvida no acidente foi conduzida para o pátio interno da Delegacia Municipal de Várzea Alegre.