Na noite do dia (24/08/2019), por volta das 22h30min deu entrada no hospital local 01 (uma) pessoa vítima de lesão corporal. De pronto a VTR 10093 comandada pelo 1º SGT PM 15917 SANTANA e composta pelos 1º SGT PM 11930 R. SILVA e o SD PM 26719 F. SOUSA se deslocaram até o local, onde foram informados pelo médico plantonista que a pessoa agredida sofreu um corte profundo na cabeça, pegando 15 pontos, e ficando hospitalizado.

A vítima trata-se da pessoa de: JOSE ANTÔNIO DA SILVA, casado, aposentado, de 67 anos natural de Várzea Alegre/CE, residente na Rua Jose Carlos Gomes de Alencar, 88 – Rosinha, nesta cidade.

As informações são que a vítima teria sido socorrida por populares, segundo relato a vítima teria sido agredida em um Bar na Rua Carlos Gomes de Alencar, no Bairro Rosinha, nesta cidade.

A polícia se deslocou até o local informado, onde ao chegar foram procurados pelo Sr. CICERO DOS SANTOS SILVA, 36 anos, residente na Rua Carlos Gomes de Alencar, proprietário do bar, onde teria ocorrido as agressões, as informações apontam que o possível autor seria o Sr. CICERO LUCAS FERREIRA, casado, autônomo, natural de Várzea Alegre/CE, residente na Rua Raimundo Soares, 100 – Riachinho, nesta cidade. Obs.

Após uma pesquisa no site da SSPDS, constatou-se que o mesmo já responde pelo Art. 303, Código de Trânsito (Lei 9503) e o Art.21, da Lei das Contravenções Penais (Dec. Lei 3688), sendo este localizado na mesma rua das agressões no N° 15.

Este relatou que a vítima estaria armada com uma faca e que teria lhe cobrado uma dívida de R$ 35,00 (trina e cinco reais), dando início a uma discussão, onde entraram em vias de fatos e que segundo autor, utilizou um pedaço de madeira para se defender da vítima, sendo que a faca mencionada nem o objeto das agressões foram localizado, não acrescentando mais nenhum fato que pudesse ajudar na elucidação do delito, reforce que ambos tanto vítima, quanto o autor apresentavam visíveis sinais de terem feito uso de bebidas alcoólicas.

Foi mantido contado telefônico com o Sr. Dr. WESLLEY ALVES DE AQUINO – Delegado plantonista, que orientou que fosse confeccionando relatório e encaminhado ao Delegado Municipal para que o procedimento, provavelmente um Termo Circunstanciado de Ocorrência seja procedido pela mesma. Informa-se ainda que a vítima, se encontra em observação medica, não apresentando nenhum risco de vida, sendo o autor liberado, devendo se apresentar no primeiro dia útil na Delegacia Municipal, para prestar esclarecimentos acerca dos fatos.