Altas labaredas e grandes nuvens de fumaça, esse tem sido o cenário mais comum no centro sul e cariri cearense.

As matas, terrenos baldios dentre outros pontos neste ano de 2019 passaram a ser combustíveis em chamas, para todos os lados que olhamos é possível observarmos os focos de incêndios e as gigantescas e densas nuvens de fumaça.

Os fotógrafos mais audaciosos já captaram imagens belíssimas, como essa acima da cidade de Granjeiro, mesmo a ação da queimada sendo uma destruição da nossa fauna e flora e causadora de sérios problemas financeiros com a destruição de cercas, pastagem e até mesmo com o corpo de bombeiro que já extrapolou sua cota em atendimentos que não são comuns no dia a dia desses profissionais.

As queimadas elas não param, todos os dias a soma delas se avolumam, as suas procedências iniciais sempre são desconhecidas. Enquanto isso as espécies animais nativas de cada região, estão sendo consumidas pelo fogo ou estão passando fome por causa do fogo. Certo é que nesse momento a natureza pede socorro, e parece que deveriam ser seus defensores silenciam atras do seus birôs, fecham os olhos e a natureza vai lentamente dando adeus a muitas das suas belezas naturais.