A caça por público tem levado os edis de Várzea Alegre a experimentarem os três períodos à busca de espectadores.

A atual legislatura da câmara municipal de vereadores que assumiu em 2017, começou as atividades no horário da manhã, o público sempre foi pequeno, exceto em dias de reuniões polemicas ou com presença de autoridades importantes para o momento.

Naquele primeiro ano de vereança, o presidente da época o Alan Salviano, proporcionou em comum acordo com os demais edis uma temporada de reuniões itinerantes, estas aconteceram no período da noite e levou os vereadores a se reunirem a partir das 18h das terças-feiras. Novamente sem o combustível maior, o povo.

Depois com a chegada do novo presidente da casa José Dener, novamente questionaram a mudança de horário, e depois de muitas discussões e um acordão tomaram a decisão de voltarem ao período da manhã, e acredite, continua sem público.

Na reunião destas quarta-feira 13 de novembro de 2019, ao fazer uso da tribuna e vereadora do PV Dra. Luciana Rolim, apresentou nova proposta de mudança de horário.  Observando a distancia tudo indica que uma nova discussão deverá se formar, até que aja entendimento para a reunião ter novo expediente agora seria começar as 14 e terminar por volta das 18h, das quartas-feiras.

Certo é que, o povo está munido de duas importantes ferramentas: uma os eleitores e apaixonados por política, tem uma visão mais ampla e critica, não calam nem se conformam apenas com palavras, mas, sim, com ações. Por outro lado, a transmissão ao vivo pelo site da câmara e pelos microfones da rádio cultura fm 96.3 oferecem mais comodidade as pessoas que p0referem acompanhar de casa ou de outro ponto qualquer, indo assistir presencial apenas quando o assunto interessa. Você concorda? Vamos ouvir a vereadora para entender as condições de melhoramentos.