A Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública – PROCAP, está realizando um processo investigativo no município de Várzea Alegre. O órgão de execução delegada das atividades de prevenção e repressão dos crimes contra a administração pública e outros que lhe sejam conexos, investiga irregularidades no governo municipal.

Essas investigações partiram de denuncias feitas pelo grupo opositor e tem como base identificar possíveis irregularidades diante da gestão municipal e órgãos ligados a mesma.

Os profissionais chegaram foram ao fórum e a prefeitura municipal. Nesse primeiro momento pelo menos 30 pessoas devem ser ouvidas para a partir de então o órgão competentes tomar as medidas cabíveis a cada circunstância.

Para o gestor municipal em entrevista ao repórter Ivan Silva o momento já era esperado pela avalanche de denúncias feitas pela oposição. Dispensa de licitação que é a contratação direta, o que foi visto com maior rigorosidade e entendida como mais grave no primeiro momento.