Mais um crime envolvendo sexo feminino, falamos da jovem Nayara Kelly do Nascimento Lima, de 18 anos, da Rua José Quintino (Bairro Prado) em Cedro, porém, ultimamente, estava morando na companhia do avô em Lavras da Mangabeira, onde foi morta com três tiros por volta de 01h30min da madrugada desta terça-feira.

O sinistro ocorreu defronte a um trailer no Parque do Povo, local onde a mesma estaria bebendo na companhia da amiga Maria Fernanda Pereira da Costa, de 23 anos, que reside no Distrito de Iborepi em Lavras da Mangabeira.

As amigas bebiam quando uma moto passou em alta velocidade e o passageiro da garupa fez os disparos. A polícia foi acionada e uma patrulha com o Sargento Alberto e os Soldados J. Gondim e Leonardo esteve no local e soube que, momentos antes, Nayara tinha sido agredida pelo namorado Wesley Davidson Pereira, de 19 anos, o “Buiu”, que mora na Rua Joaquim Nogueira (Bairro Cruzeiro) o qual não tem passagens pela polícia e chegou a tomar o aparelho celular dela à força.

Na casa de “Buiu”, sua mãe disse que o mesmo tinha saído cedo e não havia retornado desconhecendo onde se encontrava. Além disso, a vítima era ameaçada de morte por conta de dívidas de drogas por uma pessoa apelidada por “Robertão”, que não foi localizado nas diligências. Nayara era testemunha de crimes de roubo e lesão corporal, enquanto sua amiga Fernanda figura em procedimentos por contravenção penal, furto, homicídio e tentativa de roubo.

Este foi o nono homicídio deste ano no Cariri, sendo o primeiro em Lavras da Mangabeira. Ano passado foram dois assassinatos naquele município sendo que a última mulher morta naquele município tinha sido Maria Inês Ferreira Silva, de 54 anos, a “Marines”, no dia 26 de novembro de 2015 dentro de casa na Rua Vicente Favela (Bairro Cruzeiro). Ela foi assassinada com duas facadas pelo ex-companheiro o pedreiro Antônio Camilo Alves, de 68 anos, que foi preso duas semanas após o crime.

fonte Site Miséria