Vamos entender como anda e qual a metodologia aplicada pela secretaria de saúde do município de Várzea Alegre no que tange o combate as arboviroses. O secretário Ivo Leal através do whatsapp nos repassou informações importantes para o ano de 2020. Certamente a população também unirá forças nesta meta de combate.

Você acompanha na sequencia da matéria número que chamam a atenção para que cuidados sejam tomados e em caráter de emergência, assim sendo entende-se que a prevenção será de fundamental importância nessa luta que é de todos.

O Brasil registrou 1.544.987 casos de dengue em 2019, um aumento de 488% em relação a 2018, segundo dados do Ministério da Saúde. Desse total, 782 pessoas morreram em todo o país.

No ano passado, o Brasil também registrou 10.708 casos de zika, com 3 mortes, e 132.205 ocorrências de chikungunya, com 92 mortes, um aumento, respectivamente, de 52% e de 30% em relação aos casos de 2018.

Juntando todos os casos de dengue, zika e chikungunya, houve um aumento de 248% no registro das doenças transmitidas pelo mosquito do Aedes aegypti em 2019.

O Ministério da Saúde publicou um comunicado no dia 10 alertando a população que o “verão é o mais propício à proliferação do mosquito Aedes aegypti, por causa das chuvas, e consequentemente é a época de maior risco de infecção por essas doenças”.