Neste período de pandemia onde todas as categorias de trabalho foram afetadas a saída para minimizar os danos é buscar um auxilio, aqui em Várzea Alegre por exemplo uma classe de trabalhadores que necessitam de ajuda são os catadores.

E mesmo depois de quatro meses de pandemia essa ajuda poderá chegar para beneficiar os trabalhadores tão sofridos. Em contato com nossa redação o secretário de meio ambiente J. Marcílio comunicou que a partir desta terça-feira 11, irá começar a fazer um pré-cadastro para organizar a documentação dos catadores e enviar para Fortaleza.

Na capital será feita uma avaliação de cada trabalhador para identificar aqueles que poderão se enquadrar no processo de auxílio. O secretário pede que todos busquem levar a documentação para que os procedimentos ocorram em tempo recorde.