Morreu nesta madrugada no Hospital do Coração em Barbalha aos 61 anos Maria da Penha Rosa da Silva, segundo informação de familiares a mesma havia realizado um procedimento cirúrgico a uns dez dias e estava se recuperando da operação, porém, na madrugado acabou infartando.

Penha do café como era conhecida é natural de Iguatu mais que reside em Várzea Alegre a mais de trinta anos, começou trabalhando com Bar no Alto da prefeitura, e depois a uns vinte e cinco anos trabalhava ala de alimentação do Centro de Abastecimento Josué Alves Diniz (mercado público).

Nos pratos da cozinha da Penha destaque para a buchada, uma especialidade da casa que atendia a clientela deixando-os satisfeitos pelo paladar de uma comida que tinha o toque sutil da Penha.

A mesma era mãe de cinco filhos e tinha sete netos, Penha deixará muita saudade a toda família e amigos com quem se encontrava com muitos deles no seu ponto de trabalho todos os dias.

O corpo de Maria da Penha Rosa da Silva foi sepultado nesta manha com presença de familiares e poucos amigos ainda obedecendo as normas implantadas no período de pandemia.