No primeiro caso de fatalidade uma mulher não resistiu e foi a óbito depois de sofrer um soterramento.

Por volta das 17 horas da segunda-feira a auxiliar de serviços gerais Josefa Regilene Soares, de 42 anos, morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro. Ela morava na Rua do Ferreiro (Bairro Pernambuquinho) em Caririaçu aonde foi vítima de soterramento com a queda de um muro do imóvel na tarde do dia 10 de fevereiro e faleceu 12 dias após.

O segundo caso aconteceu na tarde da terça-feira 23, quando um trabalhador foi vítima fatal de um acidente de trabalho.

O ajudante de caminhão Cícero Alisson Costa Brito, de 23 anos, o “Cicinho de Babi”, que residia na Rua Luiz Rolim no centro de Caririaçu, morreu por volta das 15 horas desta terça-feira na zona rural daquele município. Ele foi esmagado ao ser imprensado na parede de um imóvel por um caminhão no qual trabalhava e iria descarregar o material de construção no Sítio Monte em Caririaçu.

Segundo testemunhas, o pneu traseiro do veículo afundou no solo do que seria uma antiga fossa quando o caminhão desceu um pouco e o suficiente para a carroceria atingir o ajudante. O socorro ainda chegou a ser acionado e uma ambulância do Hospital Geraldo Lacerda Botelho de Caririaçu esteve no local. Entretanto, a enfermeira Cryslaine Tavares apenas constatou o óbito da vítima.

Uma patrulha da PM também esteve no local para adotar as medidas cabíveis.

Veja mais