| Da redação

Nossa redação esteve em contato como secretário de Desenvolvimento Agrário e Econômico de Várzea Alegre Matias Alves, e fomos informados da prorrogação para compra de vacina contra a febre aftosa.

Em virtude de uma falta de vacinas a Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri), entendeu que seria necessária a prorrogação para compra e por consequente a declaração do rebanho.

Essa obrigatoriedade que tem os proprietários de vacinar o rebanho é pertinente uma vez que o estado se prepara a fase livre sem vacina. O que é isso, a partir da imunização de todo o rebanho a campanha continua a acontecer, porém, sem vacina.

Atualmente o estado do Ceará está na fase de livre com vacina, ou seja, não existe indicações da doença, mas, ainda é preciso vacinar.

  • Foto rede sociais

Veja mais