Era noite do sábado dia 30 de outubro quando partiram da praça Padre Vieira (praça do jumento) em Várzea Alegre um grupo de treze ciclistas sendo dez homens e três mulheres. O objetivo percorrer mais 140km para fazer uma visita ao museu do Luiz Gonzaga em Exu no Pernambuco.

A jornada era um desafio pelo fato de que os atletas teriam que fazer uma rota noturna, o que precisa de muita cautela para enfrentar a malha asfáltica, observando que a noite a visão fica mais restrita já seria algo para redobrar a atenção do pedal, por outro lado o risco de animal na pista, buracos e motoristas irresponsáveis, fazem um pocote de atenção para fazer um percurso a noite.

Mas, nada disso abate a coragem dos desafiadores do pedal que munidos pela disposição e fé, encheram as garrafas  de água e os ciclistas; Joselanio, Gledson, Clebinho, Bobô, Pedro Moreno, Simara, Cido Bernardo, Ceni Damásio, Deusimar, Elizabeth, José Lanussi, Carlos Batista e Ivanildo partiram rumo ao museu do Gozagão.

Ao final segundo o José Lanussi que já tem vasta experiência em pedais de longa distancia, falou que tudo foi dentro do que haviam planejado, tudo deu certo e mais uma etapa foi vencida para o ciclismo varzealegrense que só cresce a cada dia. Ainda deixou claro que desafios são metas para esses guerreiros dos pedais, e que o grupo já estuda a possibilidade de uma jornada de Várzea Alegre a uma das praias do litoral Cearense.

Fechando essa matéria destaque para a força feminina, as mulheres mostrando que podem estar onde quiser, e que mais uma vez brilhou na noite escura de sábado dia 30 de outubro a sensibilidade das mulheres fazendo parte do grupo de ciclismo de Várzea Alegre e completando o percurso com tranquilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais