A madrugada da terça-feira 11, foi de chuva em Várzea Alegre, o pluviômetro que fica localizado na área externa da FM 96.3 teve marca de 31mm. A chuva não foi demorada, porém, cegou acompanhada de relâmpagos e trovões.

Cena típica do período invernoso no sertão do Ceará, chuva que acende o desejo do agricultor postergar os tempos difíceis que surgem quando não existe uma quadra invernosa favorável.

A zona rural, mais precisamente no sítio Mameluco no distrito de Riacho Verde teve um registro pluviométrico mais considerável, quando o volume de chuva chegou à casa dos 118mm.

Com essa chuva, mais 70mm na sede do Riacho Verde onde fica o pluviômetro da FUNCEME e 60 na comunidade das Guaribas o riacho do machado ganhou volume de enchente correndo sentido a barragem da Cachoeira Dantas, e consequentemente chegando ao açude Dep. Luiz Otacílio Correia “Olho D’água”, reservatório que abastece a zona urbana e parte da sede rural de Várzea Alegre com água potável.

Informações de redes socias apontaram chuvas em muitos outros pontos do município inclusive com passagens molhadas transbordando inclusive teve aquela que não suportou a força das águas e foi arrastada, como é o caso do sítio Alemanha. Como postou o prof. Damião Ferreira.

Passagem Molhada da Alemanha não suportou a enchente desse dia 11.01.2022 e desabou. Acompanhar no vídeo. Os troncos de árvores jogados no leito do Riacho do Meio foram os contribuintes para o desmoronamento da passagem Molhada”.

Foto de João Frutuoso
Imagem Damião Ferreira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais